Como Desenhar Caricaturas - 02



Exagero e Distorção

  As caricaturas não são nada sem o exagero e distorção, mas como realmente se trabalha os estes fatores em uma caricatura.

  O Exagero é quando você aumenta ou diminue os traços existentes, pode-se aumentar muito ou quase nada, o importante aqui é manter o traço semelhante a referencia ( figura 01 ), note que a boca, os dentes e o cabelo foram expandidos, a testa, o queixo e o pescoço foram encolhidos, mas mantendo a relação com a referencia. Quem está aprendendo caricaturas, geralmente começa com os exageros, pois é muito mais fácil aprender.

 A Distorção, é quando você, pela percepção de uma linha, ou uma forma, transforma o desenho, criando uma arte diferente ( ) da referencia usada, mas mesmo diferente do real, este desenho guarda uma semelhança que pode ser percebida. A semelhança surge pela percepção do artista em manipular a distorção até o limite onde ainda pode ser entendida. O que distorcer, deformar, ou simplesmente ignorar pode ser aprendido com muita pratica e observação constante.
  No desenho acima ( 02 ) a distorção pode ser facilmente percebida, visto que ao contrário do primeiro desenho, os traços da referencia não são seguidos a risca, muitos são distorcidos, criados e outros simplesmente omitidos, mas pela percepção do artista aplicada ao desenho pode-se observar que encontra-se consideravel semelhança com a referencia.

  Antes de caminhar em caricatura, é necessário entender o que é o exagero e a distorção, somente aí é possível manipular os desenhos de forma mais consciente.

Comentários